O que é, e como funciona a cirurgia de implante de silicone? As pessoas buscam cada vez mais o bem-estar, o equilíbrio com o próprio corpo e perante a sociedade. Para isso, recorrem muitas vezes a tratamentos cirúrgicos com o intuito de alcançar seu ideal de estética.

As cirurgias estéticas vêm crescendo cada vez mais no país, técnicas vão se aprimorando e novos materiais vão surgindo. A procura maior, porém, ainda permanece sendo do público feminino, que recorre principalmente ao implante de silicone como aliado para moldar os contornos do corpo.

O que é a cirurgia de implante de silicone?

A cirurgia de implante de silicone é uma cirurgia feita em uma parte específica do corpo, com o objetivo de moldá-la e aumentar o volume da mesma. Os tipo mais procurados de implantes de silicone são nos seios e nos glúteos. Mas há cirurgias de implante também para outras partes do corpo, como coxas, panturrilhas, bíceps, tórax e ainda para moldar as feições do rosto, como maçãs e queixo.

Como funciona a cirurgia de implante de silicone?

Em acordo com o paciente, o médico estudará a melhor maneira de implantar o silicone, independente da região do corpo. Decisões como tipo de anestesia, formato e tamanho da prótese são feitos e estudados em conjunto, buscando alcançar resultados próximos ao esperado pelo paciente através de ferramentas como simuladores.

Qualquer pessoa saudável pode fazer a cirurgia, mas é indicado que converse com o médico para que haja o conhecimento do caso e não faltem informações para manter a segurança na decisão pela cirurgia. Para implantar uma prótese de silicone, é necessário fazer uma incisão no local. Hoje as técnicas de operação vêm sendo aperfeiçoadas, de forma que as cicatrizes da cirurgia ficam praticamente imperceptíveis.

Normalmente após o procedimento cirúrgico, o paciente permanece internado por 24 horas. O tempo de restabelecimento parcial de uma cirurgia de implante de silicone pode variar em 1 mês. A retomada aos exercícios físicos ocorre em 2 meses, aproximadamente. Essas estimativas de tempo podem variar de acordo com o local do implante de silicone. O resultado definitivo será obtido na cicatrização completa do procedimento, que ocorre entre 6 meses e 1 ano.
Informações adicionais

Apesar da cirurgia de implante de silicone ser um procedimento cada vez mais seguro, o paciente ainda pode correr alguns riscos, como a abertura dos pontos no local da incisão, hematomas, líquidos em acúmulo e por fim, a contratura capsular, que é um evento raro.

A contratura capsular é a rejeição do corpo à prótese, criando uma cápsula ao redor do silicone, a fim de isolá-lo do corpo. Isso torna a parte do corpo mais rígida, deformando o local, causando desconforto e até dor ao paciente. O problema só é resolvido com a retirada prótese e sua reposição. Estudos mostram que o tipo de prótese enrugada diminui a incidência de contratura capsular nos pacientes, portanto é válido conversar com o seu médico sobre os riscos da cirurgia e se assegurar de estar fazendo a escolha certa quanto à prótese de silicone.